CHAM Talks offentlig
[search 0]
Mer
Download the App!
show episodes
 
CHAM Talks, um podcast para ouvir ciência apresenta entrevistas a investigadores do CHAM-Centro de Humanidades (NOVA FCSH-UAc) sobre temas relacionados com o seu trabalho e, em muitos casos, a sua ligação à sociedade contemporânea. O que se descobre nas Humanidades? Acompanhe-nos e ficará a par.
  continue reading
 
Loading …
show series
 
Filosofar é uma aventura, considera Margarida I. Almeida Amoedo, há muito dedicada ao pensamento hispânico, em particular à obra do espanhol José Ortega y Gasset. A investigadora conversa sobre os conceitos de heroísmo, salvação, amor, circunstância, fraternidade e dignidade. «A intervenção do ser humano na sua circunstância corresponde à fidelidad…
  continue reading
 
Património é um conceito que todos conhecemos? Carla Alferes Pinto explica que, numa perspectiva tradicional, «património» corresponde a algo material que herdámos do passado, mas actualmente os especialistas integram também outras componentes, em particular estando em ligação com o seu uso e importância no presente. Trata-se, pois, da reconstrução…
  continue reading
 
A escravidão foi semelhante na América e na Europa? Arlindo Manuel Caldeira responde a esta questão, explicando as diferenças quanto às origens geográficas das pessoas escravizadas, ao tipo de trabalho desempenhado, às formas de resistência a esta condição de extrema violência e às consequências ainda hoje presentes nas nossas sociedades. Sabia, po…
  continue reading
 
A canção de protesto constitui um dos elementos mais representativos da resistência durante a ditadura e do processo revolucionário decorrente do 25 de Abril. Um dos seus herdeiros é o rap, género musical que desde a década de 1990 prossegue um trabalho de intervenção e denúncia social com características e objectivos próximos. Federica Lupati refl…
  continue reading
 
O pedagogo e pensador brasileiro Paulo Freire foi convidado a visitar Portugal pela primeira vez em 1971, mas o visto de entrada foi recusado, passando a ter inclusive um dossier na polícia política portuguesa, que inclui documentos enviados pela ditadura brasileira. Em Outubro de 1974, chega finalmente a Portugal, participando em actividades em Li…
  continue reading
 
O Capitão de Abril Salgueiro Maia entrou para a Academia Militar em 1964, começou a estudar Antropologia em 1969 em plena Crise Académica e participa na Guerra Colonial entre 1967 e 1973. Estas experiências e ambientes marcaram a sua evolução intelectual e política? João Pedro Ferreira conversa sobre estes e outros episódios da vida de Salgueiro Ma…
  continue reading
 
Censurar é uma forma de exercer o poder e, em Portugal, esse tipo de controlo terminou oficialmente com a Revolução dos Cravos, em 1974. Como deixaram os jornais de enviar as provas para a revisão dos censores da Comissão de Exame Prévio logo no dia 25 de Abril? Este é o ponto de partida de uma conversa com João Luís Lisboa sobre desobediência e ce…
  continue reading
 
Fazemos uma viagem ao século XVI com João Alves Dias e João Costa para acompanhar as suas descobertas sobre os autores portugueses então editados fora de Portugal, em português e outras línguas, em particular na República de Veneza, Lyon, Salamanca, Antuérpia e Colónia. Serão cerca de quatro mil livros, além de outros tipos de textos. Trata-se de o…
  continue reading
 
O ecofeminismo, as suas origens e princípios e a sua ligação à actual emergência climática são explicados por Teresa Lousa num episódio, em que se fala sobre a tentativa de superar opressões, a relação da arte com a sociedade, o estímulo ao pensamento crítico e as principais protagonistas desta corrente. Teresa Lousa aborda ainda a perspectiva inte…
  continue reading
 
O século XVII ficou marcado pelas guerras entre os Países Baixos e Portugal e envolveu territórios e populações da América, Ásia e Europa. Como começou este conflito e o que estava em causa? Qual a situação do império português antes do conflito e que alterações sofreu durante este período? Qual a importância destas guerras para a História de Portu…
  continue reading
 
O que são as relíquias e porquê estudá-las? Este é o ponto de partida da entrevista com António Camões Gouveia sobre as múltiplas interpretações e camadas de significado de uma relíquia, a importância da memória individual e colectiva, a existência de relíquias independentemente da «santidade» do seu dono, a possibilidade de criar um relicário indi…
  continue reading
 
O que se entende por lixo marinho para épocas anteriores à industrialização? Como se podem analisar os níveis de toxicidade marinha para essa época? Quais eram então os principais agentes causadores do lixo marinho? De que forma as práticas do quotidiano poderiam ser nocivas para o ambiente e para as pessoas? Para quê analisar a governança dos espa…
  continue reading
 
Quais as grandes mudanças na imagem da morte registadas pela literatura no século XIX? Por que motivo os cemitérios se tornaram espaços tão inspiradores à criação artística? Em que medida o tema da morte na literatura é influenciado pelo romantismo? Estas são algumas das questões abordadas nesta conversa com António Martins Gomes sobre a morte na l…
  continue reading
 
«CHAM Talks, um podcast para ouvir ciência» dá início a uma nova rubrica, «Breve introdução a…», que pretende explicar de forma sucinta alguns conceitos importantes. Começamos por conversar com Adelino Cardoso sobre o conceito de «corpo». O que significa «corpo»? O corpo humano é uma espécie de fábrica? A visão organicista do corpo mantém-se válida…
  continue reading
 
João Muralha explica como as incríveis descobertas arqueológicas realizadas nos últimos 25 anos no Alto Douro conduziram a alterações dos paradigmas interpretativos da arqueologia sobre os recintos murados do terceiro milénio a.C. Numa conversa sobre a forma como os humanos de então se relacionavam com a paisagem, João Muralha fala sobre o conceito…
  continue reading
 
Como é encarada a morte no Antigo Egipto? Essa perspectiva era igual para todas as classes sociais? Os antigos egípcios pensavam ser possível atingir a imortalidade? Porque mumificavam os corpos dos defuntos? Para que servia o Livro dos Mortos? Regressamos à rubrica «Breve introdução a…», desta vez com Inês Torres. A conversa é conduzida por Isabel…
  continue reading
 
A imagem de Portugal através da literatura é o ponto de partida para uma conversa com Ana Cristina Correia Gil, no primeiro episódio da segunda série de «CHAM Talks, um podcast para ouvir ciência». Nesta entrevista fala-se sobre a relação entre a literatura e a construção das identidades nacionais, a distinção entre os universos ficcionais e a real…
  continue reading
 
Na sua segunda temporada, «CHAM Talks, um podcast para ouvir ciência» dá início a uma nova rubrica, «Breve introdução a…», que pretende explicar de forma sucinta alguns conceitos importantes. Começamos por conversar com Paula Ochôa sobre o conceito de preservação digital. O que caracteriza este conceito? Porque é cada vez mais importante para os ce…
  continue reading
 
«A casa nobre não é um produto de mercado, como hoje. É algo muito mais permanente e simbólico. Antes de ser um edifício, a casa é um nome, uma linhagem, um conjunto de bens fundiários e de capital simbólico», explica Isabel Soares de Albergaria no último episódio da primeira série de «CHAM Talks, um podcast para ouvir ciência». Na conversa, fala-s…
  continue reading
 
«Quando os barcos se afogam…»: este é o ponto de partida para uma conversa com Patrícia Carvalho sobre arqueologia dos navios. Os naufrágios são depósitos não intencionais de materiais que permitem aos arqueológos estudar a sociedade que construiu e utilizou as embarcações. Os materiais encontrados contam muito sobre a vida a bordo e os naufrágios …
  continue reading
 
É possível relacionar hábitos alimentares e práticas religiosas e espirituais? Susana Goulart Costa mostra-nos que sim e conversa sobre a história da alimentação na Macaronésia (Canárias, Cabo Verde, Madeira e Açores). Um dos casos referidos é o do culto ao Espírito Santo e a sua ligação ao isolamento das ilhas, às erupções vulcânicas e aos tremore…
  continue reading
 
«Comemorar um poeta legalmente assassinado – como António José da Silva, o «Judeu» – é comemorar todos os legalmente assassinados e todos os legalmente injustiçados da História», comenta Hervé Baudry em entrevista sobre a utilização de novas tecnologias na transcrição e compreensão de textos censurados pela Inquisição, em particular no projecto Tra…
  continue reading
 
Todas as ciências devem ter o mesmo tipo de avaliação? Que desvantagens tem para as Ciências Sociais e Humanas a avaliação quantitativa com base na Bibliometria? Silvana Roque de Oliveira reflecte sobre os bons e maus usos dos indicadores bibliométricos ao longo do tempo até à actual proposta europeia de reforma da avaliação da ciência lançada pela…
  continue reading
 
«A memória não se pode apagar. É uma parte constitutiva de qualquer cultura. No fundamental, as culturas são a sua própria memória. É o que permite que as culturas se mantenham vivas», afirma Pablo Sánchez León no «CHAM Talks», num episódio em que se conversa sobre o projecto editorial Postmetropolis, o cruzamento do discurso histórico com o discur…
  continue reading
 
As viagens e as suas múltiplas observações foram essenciais para João Paulo Oliveira e Costa compreender Portugal e as suas características, em particular nos percursos pelas fonteiras. O investigador integrado do CHAM-Centro de Humanidades conversa sobre a compreensão de uma identidade portuguesa integrada numa identidade europeia, a importância d…
  continue reading
 
A influência da cultura árabe na lírica portuguesa é conhecida, mas Eduardo M. Raposo traz uma nova abordagem sobre essa herança, sublinhando a importância do «Século de Almutâmide». Em conversa no CHAM Talks, o investigador fala sobre o impacto do zéjel (canção árabe-andalusa) na poesia galaico-portuguesa, aragonesa e italiana e recorda as cortes …
  continue reading
 
Como fazer arqueologia debaixo de água? Também se faz arqueologia náutica em terra? Como eram construídas as embarcações entre os séculos XV e XVIII, que materiais eram utilizados e com que fim? O que lhes acontecia quando deixavam de ser usadas? O «trabalho de detective» do arqueólogo permite adivinhar a rota de uma embarcação naufragada através d…
  continue reading
 
Alice Santiago Faria, investigadora integrada do CHAM – Centro de Humanidades, conversa sobre obras públicas do império português no século XIX, falando sobre a relevância destes edifícios e infraestruturas ainda hoje nos diversos territórios. Qual a importância da formação de engenheiros luso-descendentes em Goa na sua autonomização? De que forma …
  continue reading
 
O século XVI assiste a uma explosão no conhecimento do mundo botânico. No regresso das viagens de exploração oceânicas, portugueses e espanhóis trazem novas plantas que, por um lado, ampliam o conhecimento acerca da biodiversidade à escala planetária e, por outro, motivam os europeus a conhecer melhor a sua própria flora. A investigadora do CHAM Te…
  continue reading
 
Episódio 8: Paulo Pinto: relações centenares entre filipinos e portugueses, Fernão de Magalhães, Lapu Lapu e sardinhas em conserva Porque são as Filipinas um país desconhecido para os portugueses hoje em dia? Este foi o ponto de partida da entrevista a Paulo Jorge de Sousa Pinto, investigador integrado do CHAM-Centro de Humanidades, numa conversa s…
  continue reading
 
Em que medida instrumentos teóricos como a ecocrítica, o pensamento decolonial e o feminismo nos ajudam a compreender narrativas e ensaios de autores africanos como Paulina Chiziane, Ruy Duarte de Carvalho, Dina Salústio, Pepetela ou Luandino Vieira? Como estão presentes nestes textos as memórias sonoras e visuais das paisagens rurais e urbanas? A …
  continue reading
 
«A Amazónia são primeiro as pessoas. Não é apenas a vegetação – que é rica, bela –, não são somente os nossos rios», afirma Vanda Witoto no sexto episódio de «CHAM Talks, um podcast para ouvir ciência». A líder indígena brasileira – que participou no IV Congresso Internacional Mundos Indígenas, em Lisboa, em Novembro de 2022 – recorda a ausência da…
  continue reading
 
Noemi Alfieri conversa sobre projectos editoriais nascidos em África ou nas suas diásporas em meados do século XX, nomeadamente Mensagem, Présence Africaine e Black Orpheus. Entre características comuns, conta-se a descolonização política, cultural e do conhecimento, mas também mudanças epistemológicas, a dignificação da negritude e a consolidação …
  continue reading
 
Quantas autoras ciganas existem em Portugal? E noutros países europeus? Porque se destaca o nome de Olga Maria neste panorama? Que condicionalismos históricos explicam o contexto de produção literária de mulheres ciganas? Como é a relação destas autoras com a comunidade? Que temas abordam os autores ciganos, longe dos estereótipos e imagens externa…
  continue reading
 
Episódio 3: Luís Andrade: Revistas, cultura e política no Portugal do século XX Instrumento de inovação na sensibilidade, gosto e estilos de vida, as revistas são por natureza uma expressão de ideias e cultura. Apelativas do ponto de vista estético e temático, as revistas desempenharam ao longo do século XX diversos papéis, entre eles o de estrutur…
  continue reading
 
Porque há cada vez mais descendentes dos sefarditas a pedir a nacionalidade portuguesa? Porquê regressar no século XXI a um espaço de sofrimento familiar? Existe um turismo judaico em Portugal e Espanha? Como circulava a ideia da superioridade sefardita nas comunidades hebraicas europeias e norte-americanas no século XIX? Como foi a herança ibérica…
  continue reading
 
O estatuto colonial dos povos indígenas no Brasil é o ponto de partida para uma conversa com Pedro Cardim, no primeiro episódio de «CHAM Talks, um podcast para ouvir ciência». Nesta entrevista fala-se sobre os motivos da colonização portuguesa do Brasil, as diferentes formas como os europeus encaravam as populações locais, a relação entre violência…
  continue reading
 
Loading …

Snabbguide